The Past And Now (Singles) por Ademir Vieira Pt. 1

quinta-feira, setembro 17, 2015

Então, para comemorar o lançamento do álbum Eternal decidi escrever uma matéria sobre os singles lançados pelo Stratovarius.

Disclamer:

Usei como fontes dessa pesquisa basicamente 3 sites:

Site oficial do Stratovarius (e como a maioria dos sites oficiais das bandas é bem fraquinho).

O Metal Archives que é uma excelente fonte para pesquisas de sua banda favorita, além de ser uma fonte rica com todos os lançamentos oficiais (e extra-oficiais), o site permite que você cadastre sua coleção, é um site colaborativo que permite que os membros incrementem mais informações, basicamente um Wikipédia de bandas de metal !!!

O próximo é o Discogs, assim como o Metal Archives é um site mais voltado para colecionadores, não é especifico de bandas de metal, e é um site bem antigo, mas possibilita uma rica fonte de informações sobre lançamentos da sua banda favorita, possui uma rede para anúncios de álbuns, ou seja, você consegue trocar ou comprar álbuns que faltam em sua coleção com os outros membros, eu mesmo já comprei alguns títulos da minha coleção nesse site, a grande vantagem é que eles não limitam o tipo de mídia, ou seja, tem Vinil, K7, etc...

Além das fontes é importante determinar o que é um single. Bom, basicamente um single é uma faixa de trabalho, uma faixa especifica de um álbum que a banda, produtores e gravadora escolheram para fazer promoção do álbum em si. Muitas vezes, o single é vendido (ou distribuído) meses antes do lançamento de um álbum, porém em um single, é possível ter até duas ou três versões diferentes da mesma música, como versão remix, ou rádio.

É importante não confundir single com o EP (Extended Play). Um EP é um lançamento que é maior do que um single, porém menor do que um álbum normalmente. Um EP não passa de 45 minutos e normalmente possui em média 6 faixas. É possível um single ser ao mesmo tempo single e EP? A resposta é SIM! Tudo vai variar com as músicas contidas nessa gravação, se houver apenas a música de trabalho, o álbum  é considerado um single. Se ele tem a música de trabalho com alguma faixa bônus de outros lançamentos, ou uma versão cover, por exemplo de outra banda, ele é considerado um single EP. Algumas bandas consideram EP como um mini álbum.

Os EPs e Singles tem outro ponto interessante, eles podem variar de acordo com os acordos comerciais em alguns países e a cultura, por exemplo, podemos ter um single que foi somente lançado no japão, porque os produtores acreditaram que esse single seria mais efetivo nesse mercado do que em outro. Por outro lado, existem singles que são lançados mundialmente.

Dito isso e feitas as considerações, é possível ver que é confuso definir quando lançamento é single, ou single EP ou simplesmente EP, na dúvida vale o que a banda considera, afinal o trabalho é deles mesmo :P

Estão confortáveis? Então vamos começar!

Titulo
Ano Lançamento
Formato
Álbum relacionado
Ano do Álbum
Future Shock
(single)
1988
Vinil 7"
Fright Night
1989
Faixas:
Future Shock




Witch-Hunt




Com alguns meses lançados antes do álbum Fright Night, a banda Stratovarius (que antes se chamava Black Water) lança seu primeiro single e sem dúvida, Future Shock é a melhor música do álbum Fright Night, melhor até que a música título do álbum. É uma pena que ela é meio datada, é anos 80, com direito a som de explosão no final da música!


A música Witch Hunt, uma música rápida, mas bem fraquinha, tem umas paradinhas no meio da música que eu não consegui entender do porquê. Quando eu escuto ela parece um iô-iô sendo desenrolado e enrolado. Durante o tempo que Timo Tokki faz os solinhos de guitarra, acho que ele não podia cantar e tocar ao mesmo tempo, enfim...


Titulo
Ano Lançamento
Formato
Álbum relacionado
Ano do Álbum
Black Night
(single)
1989
Vinil 7"
Fright Night
1989
Faixas:
Black Night




Night Screamer




Após o lançamento do álbum e apurado o sucesso, foi lançado mais um single chamado Black Night. A primeira música Black Night é sem dúvida a música que lembra mais as influências do Black Sabbath na banda.


A impressão que eu tenho de Night Screamer é que ela é uma continuação da música Fright Night ou uma cópia, a melodia é praticamente a mesma, tem um refrão parecido, a diferença é que ao invés de dizer "This Fright Night!!", ele diz "Night Screamer!!!".


O interessante é que esses singles hoje são os mais raros e difíceis de se encontrar no mercado, já vi gente vendendo o Future Shock por 400 EUROS (locura), e já vi o Black Night por 90 Dólares. O motivo para eles serem tão caros? Primeiro, é a tiragem que deve ter sido pequena, visto que a banda era nova e debutante e segundo, porque como faz muito tempo do lançamento, obviamente, quando mais tempo, menos disponibilidade temos no mercado, sem falar que o fato deles terem sido lançados em vinil dificulta encontrar lojas que ainda tenham esses discos disponíveis.

Titulo
Ano Lançamento
Formato
Álbum relacionado
Ano do Álbum
Break the Ice
(single)
1991
Vinil 7"
Stratovarius II
1992
Faixas:
Lead Us into the Light




Break the Ice




Lead Us into the Light é a faixa "A" desse single que é uma linda balada bem típica do Stratovarius, triste, melódica, e até um pouco depressiva.


Break The Ice, apesar de dar o nome para o single, ficou no lado B do disco. Antigamente, o mercado gostava de colocar as músicas mais importantes no lado A do disco e as músicas não tão importantes no lado B, depois isso foi caindo com o tempo (e hoje com o CD isso não faz diferença, óbvio), além que de que algumas bandas ficaram famosas com seus compilados conhecidos como "B sides" como Beatles, U2, Iron Maiden que lançaram verdadeiras perolas só de músicas "B sides".

Break the Ice é uma música forte, com uma pegada mais pesada do Timo, a letra foi escrita pelo Lassila, com um solo bacana no final, agora vamos combinar, colocar o som de vidro se partindo para dar ideia de ser o som do "gelo quebrando" é totalmente anos 80!! 


Titulo
Ano Lançamento
Formato
Álbum relacionado
Ano do Álbum
Wings of Tomorow
(single)
1995
Vinil 12"
CD
Dreamspace
1994
Faixas:
Wings of Tomorrow

Dreamspace
1994

Dreamspace

Dreamspace
1994

Against the Wind

Fourth Dimension
1995

Esse sem dúvida é o single mais estranho e peculiar do Stratovarius feito sobre encomenda da FIBA European Championship, também conhecida como FIBA EuroBasket 1995, que usava a música Wings of Tomorrow como HINO para a competição que ocorreu na Grécia naquele ano. E eu digo estranho porque foi lançado em apenas dois países, Grécia e Alemanha, nem na Finlândia foi lançado esse disco. 


É possível encontrar o LP com uma certa dificuldade em sites como ebay. Já o CD, apesar de relatos de que ele existe, eu nunca vi nenhum sendo vendido.


Sobre as músicas isso complica mais ainda, pois o single é uma mistura de dois álbuns, Dreamspace (faixas A1 e B1) e Fourth Dimenssion (Faixa B2). Wings of Tomorrow é sem dúvida um clássico do Stratovarius, uma das minhas preferidas ao lado de Eagleheart (musica linda), melodia incrível, letra ótima, mesmo o vocal do Tokki não atrapalha.  A+++
Viagem...


Dreamspace, faixa título do álbum Dreamspace, outro clássico. Muita gente que conhece Stratovarius quando pensa em um tema que resume o Stratovarius pensa em dois temas: do Dreamspace ou do Black Diamond.


Against The Wind é a primeira música já com o Kotipelto nos vocais (rápida). A bateria chama muito atenção nessa música, lembrando que o Jörg ainda não tinha assumido a cozinha que estava sobre a tutela do Lassila, Tokki é liberado dos vocais e pode se dedicar a fazer o que ele sabe melhor... tocar guitarra!


Em questão de qualidade de músicas, sem dúvida o single Wings of Tomorrow é um dos melhores já feito pelo Stratovarius.

Titulo
Ano Lançamento
Formato
Álbum relacionado
Ano do Álbum
Father Time
(EP) Single
1995
CD
Episode
1996
Faixas:
Father Time

Episode
1996

Uncertainty

Episode
1996

Future Shock’96

Exclusivo deste Álbum


Kill The King (Rainbow Cover)

Exclusivo deste Álbum pelo menos até aquele ano


Esse EP é interessante por alguns motivos, sendo lançado apenas no Japão. Outro fator, é que temos o primeiro 100% cantado pelo Kotipelto, inclusive a música Future Shock que era uma música do primeiro disco.

Começamos com a clássica Father Time, arroz-de-festa de todo show do Strato no mundo, em 100% dos shows eles colocam a faixa no Setlist. A música é boa, claro, e ficou muito famosa principalmente pelo disco ao vivo do Visions, que segundo alguns críticos foi o melhor álbum do Stratovarius.


O disco segue com a faixa Uncertainty, pesada, uma balada mais lenta e bonita do álbum Episode. Sem muitos comentários, pessoalmente eu não gosto muito dela, aquele riff no início da música lembrando um tema egípcio é uma tentativa do Tokki em se inspirar no Iron?


Nessa parte do single é que a coisa fica INTERESSANTE, a próxima música é a primeira música do álbum single do Strato, a música Future Shock, só que cantada pelo Kotipelto. Quem nunca teve oportunidade de observar a diferença, ouça e tire suas próprias conclusões!!!!


E quem disse que o Strato não fazia cover? Eles fizeram e colocaram nesse single uma versão da música Kill The King (Rainbow). Abaixo eu coloco as duas versões do strato e a original. Qual vocês preferem? Tá, nem precisam dizer... (risos)

Rainbow (original)


Stratovarius (cover)


Titulo
Ano Lançamento
Formato
Álbum relacionado
Ano do Álbum
Will The Sun Rise? (EP) Single
1996
CD
Episode
1996
Faixas:
Will The Sun Rise?

Episode
1996

Speed Of Light (Live Version)

Exclusivo deste Álbum


Will The Sun Rise? (Live Version)

Exclusivo deste Álbum


Eternity (Live Version)

Exclusivo deste Álbum


Father Time (Live Version)

Exclusivo deste Álbum


Distant Skies (Live Version)

Exclusivo deste Álbum


Os Japoneses ficaram empolgados com o Stratovarius (com toda a onda de Metal Melódico), a banda embalou mais um EP exclusivo para os japoneses  com a música de trabalho Will The Sun Rise? e com algumas versões live das musicas Speed of Light, Will The Sun Rise?, Eternity, Father Time e Distant Skies.


Começa com a classica Will The Sun Rise?, versão do álbum Episode. 


Depois vamos para a versão ao vivo de Speed Of Light gravada em 10 de maio daquele ano (1996), no clube Tavastia na Finlândia.


Esse clube Tavastia merece algumas linhas, esse é sem dúvida o local mais famoso e conhecido de todas as bandas de metal do mundo, primeiro porque se localiza em Helsink que é praticamente cidade sagrada para o metal, dada o número gigantesco de bandas que são originais dessa cidade, muitas dessas bandas começaram suas carreiras tocando nesse clube.

Bom, o texto esta grande então vamos deixar os próximos singles para a parte II.

Até mais, 

Ademir Vieira da Silva!

COMPARTILHE!

Estudante de Administração de Sistemas de Informática (CST Redes de Computadores), idealizador do Stratovarius - Visions Of Brazil (Stratovarius Brasil) e amante do Viking, Folk e Power Metal.  

Relacionados

Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »